Categorias dos Vídeos
Videos Categoria 1
Notícias Recentes
As promessas do governador Simão Jatene quando passou em campanha eleitoral no ano passado pelos municípios de Viseu e Cachoeira do Piriá, na região nordeste do Estado, ainda estão vivas nas mentes dos moradores principalmente da zona rural, que acreditaram que o abandono estava com dias contados, quando na verdade estava se prolongando. Para quem trafegar pela rodovia PA-102, conhecida como "Estrada Nova" que liga as rodovias BR-208 a BR-316, no município de Viseu, tem que ter bastante atenção e conviver com o perigo a cada espaço que se encontra no trajeto. Pontes construídas pelo Governo do Estado estão em péssimas condições de uso e a maioria já caiu e as que resistem bravamente oferecem riscos pra quem desafia o perigo passando por elas. Com a destruição da maioria das obras, vários desvios foram construídos pelas prefeituras da região em parceria com a comunidade, para que as pessoas não fiquem isoladas com o período das chuvas. Quem precisa trafegar pelas estradas vicinais quando está chovendo, precisa aguardar a água baixar para poder visualizar as pontes que foram construídas pelas prefeituras das duas cidades. A mais recente vítima deste abandono foi um caminhoneiro que trafegava no sentido de Viseu e acabou caindo na cabeceira de uma ponte com a carga indo parar dentro de um córrego, trazendo prejuízos para o motorista que ainda saiu do acidente com ferimentos pelo corpo. O melhor caminho para se chegar a Viseu seria pela rodovia, no entanto a mesma não tem sinalização e se encontra com as demais em péssimas condições de trafegabilidade o mesmo acontecendo com BR-308 que tem em sua extensão doze pontes. O tráfego pesado na região sem que haja um trabalho permanente de conservação dessas rodovias, acabam deixando as comunidades abandonadas e nesta época do ano isoladas, trazendo prejuízos para a economia da região que tem nas rodovias o único meio de escoamento de produção. (Diário do Pará)
A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu na manhã desta quinta-feira (9) cerca de 27 toneladas de óleo de palma, popularmente conhecido como óleo de dendê, no município de Capanema, região nordeste do Pará. O óleo estava sendo transportado num veículo destinado à cargas perigosas, como a gasolina. O caminhão foi abordado pelos agentes da PRF no quilômetro 153 da BR-316. Durante inspeção no veículo e na documentação da carga, o condutor afirmou que o veículo tinha sido carregado com produtos derivados de petróleo, no município de Simões Filho, no estado da Bahia, tendo como destino uma fábrica de cimentos localizada no município de Capanema (PA). Posteriormente, a carreta seguiu para a empresa Dendê do Pará S/A, em Santo Antônio do Tauá (PA), onde o mesmo tanque foi carregado com óleo de palma, que seguiria para a fábrica de alimentos Dendê Light Indústria de Produtos Alimentícios Ltda, localizada em Valença, no estado da Bahia. Em decorrência do flagrante de crime contra a saúde pública, o veículo e a carga foram apreendidos no posto da PRF em Capanema e estão à disposição da Vigilância Sanitária para confirmação do delito e posteriormente vão ser aplicadas as medidas legais e administrativas aos envolvidos no crime. Proibição - A resolução da Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT) proíbe o transporte de produtos para uso ou consumo humano ou animal em equipamentos destinados ao transporte de produtos perigosos a granel. Além disso, o Inmetro não autoriza procedimentos de descontaminação de equipamentos dessa natureza para posterior transporte de produtos para consumo/uso humano ou animal, devido não haver nenhum desses procedimentos que retirem os metais pesados nocivos à saúde humana ou animal das paredes internas dos equipamentos.
Telefones
(91)3462-3229
(91)8850-4151 (Oi)
(91)8143-0403 (Tim)
(91)9202-9600 (Vivo)
(91)8488-1256 (Claro)
Endereço
Endereço: TV CESAR PINHEIRO 561- BOX 3
Bairro: CENTRO
CAPANEMA- PARÁ
CEP: 68.700-070 


Todos os direitos reservados a Helinho Carvalho
X