Categorias dos Vídeos
Videos Categoria 1
Notícias Recentes
Novos dados do Levantamento Rápido do Índice de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa), atualizado na última sexta-feira (14), revelam que 13 municípios do Pará estão em situação de risco para a ocorrência de epidemias de dengue, 20 estão em alerta e 23 cidades apresentam índice satisfatório. Na última atualização, realizada no dia 07 de novembro deste ano, o levantamento indicava apenas dois municípios do Estado na categoria de risco, 12 em alerta e 11 com quadro satisfatório. Os municípios classificados em situação de risco apresentam larvas do mosquito em mais de 3,9% dos imóveis pesquisados. São os casos de São Félix do Xingu (13,1%), Rio Maria (12,9%), Altamira (10,4%), Água Azul do Norte (10,4%), Cumaru do Norte (8,3%), Rondon do Pará (7,9%), Floresta do Araguaia (7,5%), Santa Maria das Barreiras (7,2%), Bom Jesus do Tocantins (5,3%), Sapucaia (4,8%), Xinguara (4,6%), Parauapebas (4,3%) e Belterra (4%). Na sequência surgem os municípios em estado de alerta, quando menos de 3,9% dos imóveis pesquisados têm larvas do mosquito. Belém aparece nesse rol, com percentual de 2,2% - o mesmo registrado no levantamento anterior. As maiores proporções desse grupo estão em Tucumã (3,4%), Redenção (3%), Prainha (2,8%), Curionópolis (2,8%), São Francisco do Pará (2,6%), Itaituba (2,6%), Tucuruí (2,3%) e Monte Alegre (2,3%). Fecham essa seleção: Ananindeua (2,1%), Óbidos (1,9%), Novo Progresso (1,9%), Ourilândia do Norte (1,8%), Oriximiná (1,8%), Conceição do Araguaia (1,8%), Rurópolis (1,7%), Santarém (1,5%), Pau D'Arco (1,5%), Igarapé-Miri (1,1%) e Salinópolis (1%).Já Alenquer, Almeirim, Mojuí dos Campos, Placas, Salvaterra, Terra Santa, Marabá, Santana do Araguaia, Igarapé-Açu, Juruti, Capitão Poço, São Domingos do Araguaia, Tailândia, Soure, Abaetetuba, Benevides, Capanema, Santa Luzia do Pará, São Geraldo do Araguaia, Trairão, Barcarena, Cametá e Vigia fecham a lista de municípios avaliados no Pará e que apresentaram situação satisfatória, com índice abaixo de 1% de larvas do Aedes aegypti. Foto: Tarso Sarraf/O Liberal
Devido aos altos registros de violência, na cidade de Igarapé-Miri, o Comando Geral da PM determinou que a Rotam, desde o último final de semana, colocasse guarnições de reforço ao policiamento ostensivo na cidade, para combater a criminalidade e buscasse diminuir a violência. Os policiais militares na cidade, passaram a focar o tráfico de drogas, e abordagens para buscar armas de fogo em situação irregular. Assim, ontem pela manhã durante uma abordagem, foi preso um rapaz chamado Maikom Lobato Farias, que portava um revólver calibre 38.Interrogado sobre a posse da arma de fogo, ele disse que tomara emprestado de um amigo conhecido por "Fefeu", filho de uma traficante de drogas.Os PMs foram até a casa de "Fefeu" não o encontrando, porém, realizaram uma revista no local, tendo encontrado atrás de um sofá, na sala, uma sacola contendo 200 gramas de maconha e R$ 117,00, proveniente da venda daquela droga.Em decorrência de ter sido encontrada a maconha, a revista na casa se intensificou e foram encontrados pedras pequenas e grandes de Óxi, no total de 900 gramas. Trata-se de material usado para preparar pasta de cocaína. Também uma outra importância em dinheiro foi encontrada, somando R$ 300,00. Por isso, a dona da casa, Maria Suely Almeida Souza, mãe de "Fefeu", foi presa e a droga apreendida. Além de Suely, foi presa uma comparsa dela, e apreendida uma adolescente de 16 anos. Todos foram levados para a Delegacia de Igarapé-Miri e apresentados ao delegado local, que autuou Maikon, por porte ilegal de arma de fogo e Suely e a comparsa, por tráfico de drogas. A menor foi encaminhada ao Conselho Tutelar local. FORAGIDO Posteriormente, os PMs da Rotam, sargento Henrique, cabo Vale, soldados Moraes e Silva Costa, atendendo a uma denúncia, prenderam Galvani Oliveira dos Santos, vulgo "Deixe", que portava uma arma de fogo. Ele é foragido do presídio de Abaetetuba, onde estava recolhido por assalto a uma casa comercial dessa cidade, tendo levado na ocasião, R$ 27 mil.Nesse assalto, ele agiu na companhia de três comparsas, todos já presos. Galvani foi apresentado na Delegacia de Igarapé-Miri e posteriormente, encaminhado para o Sistema Penitenciário. (Diário do Pará)
Telefones
(91)3462-3229
(91)8850-4151 (Oi)
(91)8143-0403 (Tim)
(91)9202-9600 (Vivo)
(91)8488-1256 (Claro)
Endereço
Endereço: TV CESAR PINHEIRO 561- BOX 3
Bairro: CENTRO
CAPANEMA- PARÁ
CEP: 68.700-070 


Todos os direitos reservados a Helinho Carvalho
X