06:54
23/4/2014
quarta-feira

Educativa 105.7 FM

Newsletter

Nome:

E-mail:

Notícias Recentes
O resultado final da prova discursiva somente para cargos de nível superior, do concurso da Polícia Federal, foi liberado nesta terça-feira (22), pelo Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB), banca organizadora do certame que oferta 566 vagas, sendo 5% destinadas a pessoas com deficiência. Também foi feita a convocação para a perícia medica dos candidatos que se declararam deficientes. No total, 324.497 candidatos se inscreveram na seleção - concorrência média de, aproximadamente, 573 pessoas por chance. As provas objetivas e discursiva foram aplicadas no dia 16 de fevereiro. Do total de chances, 306 são para lotação em Brasília. Além de lotação no Distrito Federal, os aprovados trabalharão nos estados do Pará, Acre, Alagoas, Amazonas, Amapá, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Paraná, Rio de Janeiro, Rio grande do Norte, Rondônia, Roraima, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Sergipe, São Paulo e Tocantins. Em nível superior, as vagas são para os cargos de administrador, arquivista, assistente social, contador, engenheiro (civil, elétrico, mecânico) e psicólogo. As remunerações variam de R$ 4.039,32 a R$ 5.081,18 para jornadas de trabalho de 40 horas semanais. Já quem tem nível médio entra na disputa pelas oportunidades para o posto de agente administrativo. O salário é de R$ 3.316,77 para jornada de 40 horas semanais. Os conhecimentos básicos que foram exigidos na prova de nível superior são: língua portuguesa, raciocínio lógico, noções de informática, noções de direito administrativo e de direito constitucional. Para nível médio foram exigidos conhecimentos em língua portuguesa, noções de informática, raciocínio lógico, atualidades, noções de direito administrativo e de direito constitucional. (DOL com informações do Correio Web)
Foram presos no início da madrugada desta terça-feira (22), no município de Mãe do Rio, nordeste paraense, Rodrigo Sodré do Carmo, de 19 anos, e Veraneide Gomes Silva, de 37, após terem sido flagrados com uma bicicleta roubada. Os dois foram presos por agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF). De acordo com a PRF, Rodrigo, que conduzia a motocicleta, tentou fugir da fiscalização, mas foi abordado pelos agentes da PRF que realizavam ronda no quilômetro 268 da BR- 010. "Foi dada ordem de parada para o condutor da motocicleta que trafegava com uma passageira, tendo o mesmo desobedecido a ordem e empreendido fuga em alta velocidade, realizando manobras evasivas, transitando e ultrapassando outros veículos pelo acostamento, quando após aproximadamente dois quilômetros, o condutor jogou a moto em um matagal e fugindo com a passageira, tendo sido logo após localizado e preso pelos agentes", afirma a PRF. Ainda segundo a PRF, o condutor e a passageira não apresentaram qualquer documento pessoal de identificação nem da motocicleta que teve a placa consultada e constatado o registro de roubo na cidade de Castanhal. Indagado sobre a posse do veículo roubado, o condutor informou que tinha conhecimento que a moto era roubada e que receberiam R$ 300,00 para levar o veículo de Castanhal para Concórdia do Pará e que a passageira estaria envolvida no crime. O condutor, passageira e motocicleta foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil de Mãe do Rio onde foram tomadas as providências legais cabíveis. (DOL com informações da PRF)
A Polícia Civil já identificou os dois autores de um latrocínio (roubo seguido de morte) que teve como vítimas duas pessoas, em uma casa no município de Salinópolis, litoral nordeste do Pará, na noite deste domingo (20). As vítimas foram mortas a tiros. Um dos acusados é um adolescente de 17 anos, apontado como autor dos disparos. O outro foi identificado como Luís Romário Rodrigues de Sousa, 20 anos. A equipe da delegacia da região, juntamente com policiais civis enviados ao município para reforçar a segurança durante o feriado da Semana Santa, além de policiais do Grupo de Pronto-Emprego (GPE) da Superintendência Regional da Zona Bragantina e militares da Rotam, com apoio do helicóptero do Grupamento Aéreo de Segurança Pública (Graesp), passaram a efetuar as buscas aos criminosos na cidade logo após o crime. De acordo com os policiais, Luís Romário responde a quatro processos criminais por roubos e porte ilegal de arma de fogo. O adolescente já responde a dois processos criminais também por roubo, em Salinópolis. Conforme o delegado João Bosco Rodrigues, diretor de Polícia do Interior, os dois autores do crime invadiram a casa de praia, localizada na travessa Iracema, centro da cidade e renderam o casal armados com facas. Os criminosos entraram na casa por volta das 20h do domingo, após pular um muro nos fundos do imóvel. Já dentro da residência, os dois se separaram. Um deles foi para a sala, onde rendeu o corretor de seguros Jeneves Barros Anunciação, que foi mantido refém junto com outros dois familiares das vítimas, uma filha do casal e o namorado dela. O outro criminoso foi em direção de outro compartimento da casa, onde rendeu a dona do imóvel, a comerciante Sandra Sauma Gontijo, 56 anos, que ao perceber o assalto, reagiu com uma arma de fogo e fez disparos em direção ao bandido. Os tiros não teriam atingido o bandido e armado com uma faca, conseguiu dominar a vítima e tomar dela a arma. Após agredi-la com a faca, ele fez um disparo contra a comerciante. Com os gritos de socorro da vítima, o companheiro dela reagiu e tentou tirar a faca das mãos do outro assaltante, mas acabou sendo baleado pelo comparsa. Depois dos disparos, os bandidos saíram em fuga do local, levando a arma de fogo da vítima. Jeneves morreu na hora. A comerciante ainda chegou a ser socorrida e levada ao Hospital Municipal de Salinópolis, mas não resistiu. Os corpos foram removidos por peritos do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves. A casa passou por perícia. O delegado Evandro Araújo, titular da Delegacia de Salinópolis, informou que uma advogada entrou em contato com a unidade policial, garantindo que iria fazer a apresentação dos acusados. Enquanto os dois não se entregavam, as buscas pelos autores do latrocínio prosseguiam na área conhecida como "invasão do Bode", localizada nas proximidades da praia do Maçarico. O inquérito policial foi instaurado para apurar os fatos. Segundo o delegado, o caso está configurado como latrocínio, pois os criminosos tinham a intenção de roubar objetos de valor da casa. (DOL com informações da Polícia Civil)
Telefones
(91)3462-3229
(91)8850-4151 (Oi)
(91)8143-0403 (Tim)
(91)9202-9600 (Vivo)
(91)8488-1256 (Claro)
Endereço
Endereço: TV CESAR PINHEIRO 561- BOX 3
Bairro: CENTRO
CAPANEMA- PARÁ
CEP: 68.700-070 


Todos os direitos reservados a Helinho Carvalho
X